Warcraft 3 – Reign of Chaos

O ano é 2002 e as locadoras, famosos pontos de encontro entre gamers dos anos 1990, começam a gradativamente desaparecer. Os ávidos jogadores começam migrar para um novo local, cheio de players compenetrados com seus headsets. Alguns gritam palavrões em alto e bom som. Risos. O garoto atrás do balcão, um pouco mais velho que os demais, dá um aviso para que se mantenha a ordem. Outro palavrão. Risos. Em uma sala ao lado, mais garotos jogando Magic enquanto aguardam sua vez. Outros garotos compram Pepsi e um saco de Cheetos no bar.

As Lan Houses eram um mundo à parte. Eram Locadoras 2.0. E naquela época você encontrava uma em cada esquina. Todas abarrotadas de moleques que passavam de uma a oito horas por dia jogando frenéticamente. De tempos em tempos, estas mesmas Lan Houses promoviam os tão aguardados Corujões, onde você passava a madrugada toda jogando. Era um sonho!

Loja da antiga rede de lan houses, Monkey.

No início dos 2000 você tinha basicamente duas opções de jogos em Lan Houses, Counter Strike e Warcraft 3. Hoje estamos aqui pra falar do segundo, mas com certeza entraremos na história do CS também.

Não vou mentir, a proporção de pessoas que jogavam CS em relação a Warcraft 3 era de 10/4. Mas mesmo assim, Warcraft 3 foi um sucesso nas Lans.

Visão Geral

Warcraft 3 “Reign of Chaos” é um RTS (Real Time Strategy) desenvolvido pela Blizzard Entertainment com elementos de RPG. Possui jogabilidade muito apurada e uma história extremamente cativante. Comparado com seus antecessores, o salto de qualidade é espantoso.

Cinematics com a própria engine do game.

Você joga no modo campanha com quatro tipos de raças que possuem características diferentes. Orcs, humanos, mortos-vivos e elfos noturnos são as raças disponíveis. A novidade agora é que você controla Heróis para liderar suas missões. Assim como na maioria dos RPGs, seus heróis vão subindo de nível através de experiência e combate.

Através da Battle.net você pode jogar o modo multiplayer em mapas customizados no editor de mapas que acompanha o game.

Jogabilidade

Sabe aqueles jogos que depois de um tempo você nem precisa mais olhar onde vai clicar? Pois então. A jogabilidade é tão dinâmica e intuitiva que em poucas missões, você já está dominando os comandos necessários pra fazer acontecer. Isso faz com que o fator imersão se intensifique. Obviamente que hoje em dia, os jogos acharam soluções mais práticas para problemas de câmera e movimentação vistos em Warcraft 3. Mas pra época funcionou muito bem!

Gráficos

Campanha dos Elfos Noturnos.

Quando a Blizzard anunciou que o terceiro jogo da série seria totalmente em 3D a comunidade de fãs ficou com um pé atrás. Relaxaram depois de ver o ótimo trabalho dos designers e programadores.

Taí um jogo que você olha e percebe de cara que é um jogo do início dos anos 2000. Mas por favor, não leia isto como uma crítica. Muito pelo contrário! O game envelheceu muitíssimo bem e pelo benefício da visão isométrica, tudo fica bonito como sempre foi.

A paleta de cores é muito viva e ao mesmo tempo harmônica. O design dos personagens é criativo e a movimentação é fluida.

A interface também foi bem projetada, mesmo com uma quantidade grande de objetos e botões. Com certeza você não vai se perder.

As CGs são inacreditavelmente lindas. Naquela época era de explodir cabeças toda vez que uma nova cena entrava entre as campanhas.

Som

O som é fator decisivo na jogabilidade desta obra da Blizzard. Através do excelente trabalho da equipe de som é possível saber quando é noite ou dia, quando sua cidade está sendo atacada ou que tipo de unidade você acaba de selecionar. Este é um jogo em que o som é 50% de tudo o que acontece.

As dublagens dos personagens beiram à perfeição e os efeitos sonoros não ficam pra trás. Todos os personagens possuem mais de três linhas de fala e até unidades que não possuem comunicação produzem sons característicos quando selecionados.

Talvez a trilha sonora seja o ponto fraco do som. As músicas são orquestradas no estilo épico, mas não tem aquele tom marcante visto em jogos como Shadow of the Colossus ou God of War. Com exceção da trilha de campanha dos elfos noturnos, o restante é OK. Nada mais do que isso.

Fator Replay

Eu zerei este jogo em 2002 em um PC da minha irmã que ela havia ganhado de aniversário pra falar com seus amigos no mIRC. É claro que eu não iria desperdiçar os 32mb de memória de vídeo da RIVA TNT (placa de vídeo) que o PC possuía com mIRC e ICQ! Joguei de cabo à rabo o jogo enquanto ela estava na escola e foi um dos melhores tempos da minha história gamer.

Mas mesmo se passando dezesseis anos, e centenas de jogos depois, o jogo continua tão bom quanto em 2002.

Provavelmente você vai passar algumas horas em cima da jogatina simples, mas ainda possuem dificuldades maiores e side quests que podem ser achadas em mapas. Além do modo multiplayer que te garantem a eternidade em termos de hora/jogo.

Campanha dos Orcs. Criando uma base.

Cada vez que começa uma nova missão, tudo pode acontecer. E isso faz com que o jogo tenho este fator replay tão presente na sua essência.

Diversão

Provavelmente você já começou a jogar um jogo em determinada hora e quando se deu por conta, mais de seis horas haviam se passado. Nem todo jogo tem esse poder, mas Warcraft tem! Porque você quer criar uma base completa e montar um exército capaz de destruir o inimigo até suas cinzas. Ou talvez você queira explorar todas as áreas de todos os mapas e descobrir novos inimigos e missões.

Os Mortos-Vivos. Por onde passam, o chão apodrece.

O fato de você jogar com quatro raças diferentes, também faz com que o jogo não caia na mesmice. Sempre que parece que estabilizou o estilo de jogo, surge uma nova raça ou unidade com características novas pra que você vá sempre aprendendo algo novo durante as partidas.

Desafio

Sim, o jogo é bem desafiador. Algumas missões duram 30 minutos em que você tem que sobreviver a ondas de inimigos, e se você morrer… Mais 30 minutos! Tem algumas missões no estilo dungeon em que você precisa chegar a determinado ponto do mapa com uma equipe bem reduzida de guerreiros e isto pode ser bem desafiador dependendo do caminho que você escolher.

Herói humano e seus guerreiros enfrentando creeps que ficam espalhados pelos mapas.

Fora isso, se você jogar na dificuldade padrão, não terá muitos problemas em avançar pelas fases e ser feliz matando inimigos à rodo!

NOVIDADE!

Agora teremos em alguns posts a análise em vídeo pra quem quer um resumão! Não deixem de se inscrever nosso canal! 🙂

Warcraft 3 – Reign of Chaos Reviewed by on . Warcraft 3 - Plataforma: PC Lançamento: 2002
4.6

Review Overview

Warcraft 3 - Plataforma: PC Lançamento: 2002
Jogabilidade 9.3
Gráficos 9.5
Som 9
Fator Replay 9
Diversão 9.5
Desafio 8.7
9.2
Pontos Fortes:
  • Jogabilidade e diversão.
  • História e personagens muito bem projetados.
  • Variedade de personagens.
  • Imersivo.
Pontos Fracos:
  • Falta de trilha sonora marcante.

About The Author

Amo videogames, natureza, animais e comida.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *